Diácono

  • image

Diácono Permanente José Paulo Pati
"Louvai o Senhor, porque ele é bom, e sua misericórdia é eterna"


Nascido em 18 Set 1938, na Capital Paulistana, é formado em Medicina Veterinária, Direito e Magistério.
Cursou Teologia no Instituto Boaventura (Paróquia São Francisco de Assis em Brasília). Ingressou na Escola Diaconal São Lourenço em 2005 e foi ordenado Diácono em 19 Dez 2009 no Santuário Dom Bosco por Dom João Braz de Aviz - Arcebispo Metropolitano de Brasília. No mesmo dia foi nomeado Diácono Permanente da Paróquia N.Sra da Esperança.

Funções do diácono permanente
1. Assistir o ordinário local ou aos presbíteros nas cerimônias;
2. Proclamar o Evangelho;
3. Instruir e exortar o povo de Deus;
4. Conservar e administrar a Eucaristia;
5. Administrar solenemente o Batismo
6. Assistir e abençoar o Matrimônio;
7. Realizar o rito funeral e da sepultura (exéquias);
8. Administrar os ritos sacramentais;
9. Atuar, preferencialmente, na caridade;
10. Assistir a comunidade carente;
11. Dirigir as celebrações da palavra de Deus;
12. Participar da administração diocesana ou paroquial.

Confira também a carta de homenagem prestada pelo Grupo de Oração da RCC por ocasião de sua ordenação.

Esposa: Marlene Borges Pati.
Filha: Daniela Augusta
Genro/filho: Deny Fontes
Netos: Giovanna, Raphael e Carolinne
Pai e Mãe: Gaetano e Maria Christina

Descrever ou falar sobre Paulo, seria um pouco sem jeito para mim porque posso até cometer erros da minha parte. Mas posso comentar um pouco desde que o conheci como amigo, por que não dizer este casal, onde acompanhei e fiz parte de sua vida espiritual dentro da igreja.
Foi justamente que conheci no momento forte em que Deus estava agindo na vida deles. Por sinal era no momento de dificuldade de doença grave em sua esposa Marlene que estava passando.
Vi e testemunho para vocês, o milagre que Deus realizou na vida deste casal, principalmente na cura da Marlene. Esse é um momento não poderia deixar de testemunhar, porque ai começou, no meu entender, Deus agindo na vida deles e começou caminhar e assumir de fato como filho de Deus na Igreja. Porque não falar sua entrada no Grupo de Oração da RCC Nossa Senhora da Esperança.
O Paulo pela cultura que possuía, pela bagagem de conhecimento de professor, ele nunca deixou de se elevar diante dos irmãos. Por isso deixo aqui um detalhe entre parêntesis, um dos requisitos muito importante que possui, a humildade. Sempre buscou as coisas de Deus com muito amor, fazendo cursos, se aprofundando na palavra de Deus, fazendo retiros, enfim, sempre indo atrás das coisas de Deus mesmo, tinha sempre o desejo do querer mais, esse também, a qualidade marcante no Paulo.
Agora pela persistência, pela busca incessante do amor de Deus, entrou para faculdade de Teologia. Toda vez, que me encontrava e comentava comigo sobre a faculdade, eu sentia nele alegria, como tivesse encontrado a pérola, a jóia que buscava. Olha, para mim, posso testemunhar via nele como um jovem no começo de sua vida, a força de cumprir bem as tarefas, os obstáculos que a faculdade apresentava durante o curso.
Quantas vezes o Paulo, se abria comigo, isto é, comentava comigo, do amor, do carinho, do agradecimento pelas graças recebidas de Deus, por realizar o curso de Teologia. Aqui coloco também, um momento importante, sempre comentava comigo sobre o curso de Teologia, me incentivava bastante, mandava cartinha para mim, mandava e-mail, mandava apostila, e todo ano mandava folha de inscrição para iniciar a faculdade de Teologia, até partilhava mensagem do AMOR DE DEUS.
Portanto neste momento, quero partilhar este milagre na vida do Paulo, a consagração do diaconato. Essa vocação, que é um dom de Deus inspirado e colocado na vida dele, o de servir aos irmãos, não tem palavra que justifique esse AMOR que Deus tem por ele. O testemunho que Paulo oferece para todos nós, é possível ser feliz, no meio de tantas tribulações, tomar a sua cruz, seguir Jesus Cristo. Não tem dinheiro, nem megasena, nada neste mundo que pague a FELICIDADE DE VER ESTAMPADO NO ROSTO DE PAULO, O AMOR E A MISERICÓRDIA DE DEUS, ao ser consagrado como diácono a serviço dos irmãos em nome de Deus..

ILDEFONSO MAIDANA – Amigo amado do diácono Paulo Pati.