Notícias



Ago
23
Homilia da missa de encerramento
  • Autor: Pe. Geraldo
  • Categoria: Notícias
image

Homilia da missa de encerramento da Comemoração da festa de Nossa Senhora da Esperança – Solenidade de Nossa Senhora da Assunção (21/10/2016)

Que alegria irmãos, neste dia, celebrar a nossa solene festada padroeira, neste dia da Assunção de Nossa Senhora! Também nos alegramosporque, neste ano da misericórdia, o Senhor se inclina ainda mais sobre os seusfilhos através da Virgem Maria, que é a figura da Igreja, para nos socorrer,para nos ajudar, para nos sustentar no caminho da fé. Por isso, irmãos e irmãs,celebramos a Assunção de Nossa Senhora ao céu no encerramento da festa da nossapadroeira, Nossa Senhora da Esperança. E um grande prodígio apareceu no céu:uma mulher vestida de sol, com a lua sob os pés e com uma coroa de dozeestrelas na cabeça: assim nós escutamos na primeira leitura do Apocalipse deSão João.


Na visão profética de João, aparece esta mulherextraordinária à espera de um filho, e que luta com o dragão. O dragão não seencontra no céu, ele age no mundo, suas obras são tenebrosas. E quer destruiros filhos de Deus e aqueles que acreditam na palavra. Como podemos nos darconta disto? Olhem que o dragão é o demônio que age infiltrando-se em todos oslugares para destruir o projeto de amor de Deus para o homem. 

Querinstitucionalizar o pecado e obrigar o homem a o seguir, perseguindo a mulher eFamília. Por quê? Porque a mulher traz em si a fábrica, o núcleo gerador, olaboratório natural da vida: o útero. E o demônio é invejoso e quer destruir abeleza que Deus plasmou na mulher; por isso leva ao engano as pessoas, a não sedoar, a não se casar, para não gerar vida; para viver no egoísmo e viversomente para si. Então busca todas as formas possíveis para atacar e destruir amatriz da vida e da sociedade, destruindo a mulher e a família, para poderreinar mantendo acorrentada, escravizada e enganada a humanidade.


Irmãos, olhem na liturgia o que diz São João para nãodesanimarmos: o Filho foi levado para o junto de Deus e de seu trono, e amulher fugiu para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um lugar. O dragãoquer devorar o Filho, quer tirar de você a alegria de ser filho de Deus peloseu Cristo, quer tirar-lhe a fé. Coragem, irmãos! Força!.


Durante a semana, recebemos tantas bênçãos da novena. Foramexpostas a nós as virtudes para nos instruir e enriquecer. Todos os padres sededicaram. Eu fico impressionado, pois, mesmo sem ter conversado entre si,fizeram de maneira espetacular a ligação de uma virtude com a outra, de formaque éramos colocados neste trem da felicidade e da vida, o trem da alegria davida eterna. Como foram capazes de colocar tudo com propriedade, ajudando-nosdiante da nossa debilidade. Não percamos este lugar preparado por Deus e doqual o dragão nos quer tirar. Cooperando e pedindo ajuda ao céu e à virgem daEsperança, também nós poderemos ascender aos céus.


Maria não tem um olhar só para si, sobre si. Preocupa-se emrealçar sua pequenez, conforme escutamos há pouco no evangelho. Eleva-seimediatamente a Deus para engrandecer-lhe a bondade e a misericórdia, a obra eo poder em favor dos pequenos, dos humildes, dos pobres. Aqui se inclui NossaSenhora, com extrema simplicidade.


Sua resposta ao imenso amor de Deus, que a escolheu entretodas as mulheres para Mãe do Divino Filho; que beleza, que amor, que ternura,que dedicação, que doçura! Deus se apresenta nesta pequena de Nazaré. Na LumenGentium 59 se diz: “eis a humilde escrava do Senhor recebida na glória em corpoe alma...”. A Virgem morreu. Não, porém, como nós pensamos: morreu eternamente;mas morreu, como continua a afirmar a Lumen Gentium, “para que mais plenamentese conformasse com o Filho, Senhor dos Senhores”. Ela não quis ser superior aseu Filho e Senhor, por isso entra na morte para ser elevada, assunta ao céu emcorpo e alma. Essa realidade faz referência à ressurreição, à glória de Deusque se revela em seu Filho Jesus Cristo glorioso: sepultado e ressuscitadocheio de luz. Por isso a Virgem é iluminada, é revestida de luz, vestida com oSol. Ela é a mãe de todas as graças.


Em Nossa Senhora da Assunção, todos nós temos poderosaadvogada e magnífico modelo para seguir sem erro, sem titubear, no caminho paraa eternidade, onde está junto a seu Filho, que está à direita do Pai.


Para concluir, trago um texto da oração de Pio XII, o Paparesponsável por definir o dogma da Assunção da Virgem Maria: “Ò VirgemImaculada, Mãe de Deus e Mãe dos homens! Com todo o fervor de nossa fé, cremosem vossa Assunção triunfal em corpo e alma ao céu onde sois aclamada Rainha detodos os coros angélicos e de toda assembleia dos santos! A eles nos unimospara louvar e bendizer o Senhor que vos exaltou acima de todas as simplescriaturas, e para oferecer-vos o fervor de nossa devoção e de nosso amor”.


Como isso agrada e alegra a Virgem Maria! Podermos celebrarem sua honra e homenageá-la por nos ter dado o Salvador. Ela nos deu o homemque nos transformou e fez com que recebêssemos uma natureza nova. Por issoimporta celebrar com muita dedicação e devoção, aprofundando nas virtudes quetanto esperamos e desejamos e que para nós foram entregues como que estrelas deuma coroa. Esta coroa somos nós enquanto chamados a brilhar como Igreja nomundo, para que possa experimentar a misericórdia do Pai e escutar a voz doFilho de Deus nos filhos de Deus. Portanto, que esta palavra de hoje tambémpossa nos ajudar na conclusão desta semana de novena e nesta noite maravilhosaque o próprio Deus nos preparou.


Aqueles que queiram ouvir outra vez ou que perderam, poralgum motivo, algum dia de nossa novena pode ter acesso, na página de facebookde nossa paróquia, às homilias desta semana festiva. Esta é uma forma eficaz defazer a graça de Deus chegar às casas daqueles que não podem comparecer, poisestão doentes ou impossibilitados. Porém a nós cabe estar aqui, intercedendojunto à Virgem Maria, possamos estar unidos a fim de fazer presente a comunhãodos santos por meio da oração, que agora será elevada aos céus.


Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!